no comments

Estará tudo doido nos hospitais? Vê este caso que aconteceu no Santo António do Algarve!

Sebastião Pereira, de 74 anos, foi levado para o centro de saúde de Vila Real de Santo António no Algarve e depois encaminhado para o Hospital de Faro com falta de visão e outros sintomas que, segundos os filhos contaram à TVI, “iam piorando”.

No hospital de Faro foi-lhe dada uma pulseira cor-de-laranja (prioridade intermédia) e o idoso ficou a aguardar durante seis horas. Ao fim destas horas, cerca das 18h, Sebastião Pereira sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e a equipa médica algarvia tentou transferir o paciente para o hospital de S. José, em Lisboa.

Contudo, noticia a TVI, a unidade hospitalar em causa recusou receber o paciente, pois o único médico que o podia tratar terminava o turno às 20h00 e não havia ninguém para o substituir.

Foi então pedido um helicóptero do INEM para transportar o paciente para o Hospital Universitário de Coimbra, que fica a cerca de 500 quilómetros do hospital de Faro. Mas também esta situação não correu bem, pois devido às condições meteorológicas, o helicóptero não pôde fazer o transporte.

Sebastião Pereira acabou por ser levado para Coimbra – onde chegou três horas depois de ter sofrido o AVC – de ambulância que, segundos filhos, tinha “metade do equipamento avariado”.

O idoso está agora internado em coma profundo, sendo que as possibilidades de recuperação são muito escassas.

A família disse à TVI que já apresentou queixa contra o Hospital de Faro e que vai fazer o mesmo relativamente à entidade reguladora da Saúde.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com/

Gostou do artigo?

Loading...

Reply