no comments

Menino de 9 anos agredido até à morte por recusar fazer TPC

Um menino de nove anos morreu depois de ser agredido com uma vassoura por ter recusado fazer os trabalhos de casa, na comuna Mulhouse, em França. Quatro membros da família foram detidos, incluindo a mãe, que não estava na habitação quando o filho sofreu o castigo.

De acordo com as autoridades, citadas pela BBC, no momento do incidente estavam presentes o irmão mais velho, a irmã e a meia-irmã da vítima. A mãe não estava no local mas, segundo os relatórios do caso, tinha conhecimento do que aconteceu e, mesmo durante uma viagem de trabalho, encorajou o castigo do filho.

A morte da criança, em setembro, foi reportada às autoridades como uma paragem cardíaca. Os moradores de Mulhouse fizeram uma vigília pelo menino e consolaram os pais. No entanto, os relatos da família sobre o que aconteceu e a autópsia levaram a Polícia a prosseguir com a investigação e só agora é que foram revelados alguns dos dados.

Foram encontradas contusões no corpo da criança, particularmente nos pés, e os médicos legistas confirmaram que a agressão era a causa da morte. A imprensa local revela que as autoridades descobriram que o menino foi atingido por uma vassoura e outros objetos contundentes.

Os quatro membros da família estão detidos e devem apresentar-se ao procurador local antes de uma investigação judicial.

O irmão mais velho, de 19 anos, é o principal suspeito do homicídio, mas o juiz tentará esclarecer os contornos da tragédia.

O caso decorre numa altura em que a Assembleia Nacional de França discute a proibição do castigo por agressão física.

As duas propostas pretendem que as crianças tenham direito a uma educação livre de violência e que os pais sejam proibidos de usar “métodos de humilhação como violência física ou verbal, punição corporal e abuso moral”.

Fonte: Jn.pt

Gostou do artigo?

Loading...

Reply